Logo_Ultracon.jpg
+55 11 3090-0742
Av. Giovanni Gronchi, 6195
UltraCon

Como reduzir custos de um projeto de TI?

25/09/2020 19:13:07 Comment(s) By Antônio Morales Filho

Como reduzir custos de um projeto de TI?



A busca pela redução de custos é uma realidade de toda empresa, seja ela do ramo e do tamanho que for. Afinal, já se foi o tempo em que os resultados dependiam apenas do volume de vendas, substituído por um mercado cada vez mais competitivo e difícil. A TI também está inserida neste contexto, embora seja essencialmente um investimento, não uma despesa. Mas como reduzir custos de um projeto de TI?



Com reduzir custos sem interferir na qualidade do trabalho realizado? Um ambiente de negócios absolutamente competitivo exige essa redução, mas buscá-la de qualquer forma e a qualquer preço é um erro que pode trazer consequências nefastas.



Saiba, agora, como reduzir custos de um projeto de TI sem perda de eficiência, qualidade e foco. E tenha uma certeza: uma TI consultiva e proativa sempre representará redução de custos para a empresa.


Aposte na automação dos processos operacionais




Para reduzir custos de um projeto de TIe garantir sua qualidade é preciso concentrar as atividades em uma única plataforma, reduzir o tempo de trabalho dedicado a ele, reduzir drasticamente as falhas e diminuir gastos com infraestrutura e equipe.



A automação dos processos é o melhor caminho para alcançar esses objetivos. Imagine, por exemplo, os estragos que um backup mal feito pode provocar em uma empresa. A automação garante que a operação seja feita de forma segura e eficiente. 



Tarefas repetitivas precisam ser automatizadas, trazendo produtividade e, consequentemente, economizando tempo e custos.



Corte gastos utilizando o cloud computing




Migrar data centers físicos para a nuvem traz uma série de benefícios, incluindo a redução de custos. Para começar, o desenvolvimento de softwares e hardwares ou a compra de ferramentas já estabelecidas no mercado custam caro e, muitas vezes, são inviáveis para pequenas empresas. Um banco de dados em nuvem pode ser utilizado por qualquer empresa, seja do tamanho que for.



A implantação, a segurança, a manutenção e os backups serão realizados por especialistas da empresa contratada, e essa é outra grande vantagem que também acaba por reduzir custos. Ao adotar o banco de dados em nuvem, a empresa garante uma escalabilidade automática.


A computação em nuvem é uma das maiores apostas do mercado por conta de todas as suas vantagens. Ao migrar a infraestrutura para a nuvem, a empresa elimina gastos com licenças, instalações, downloads, manutenções e atualizações de softwares e hardwares.




Opte por uma empresa especializada em sistemas inteligentes




Uma empresa especialista em sistemas inteligentes quem tem a expertise sobre o projeto a ser realizado tem muito mais condições de desenvolver o trabalho de forma mais eficiente, rápida, produtiva, alcançando o melhor resultado. E isso naturalmente se traduz em redução de custos. Ao contratar uma empresa especialista, sua empresa terá acesso aos melhores profissionais e práticas de mercado.





Estabeleça uma cultura de TI consultiva e proativa




Adotar uma TI estratégica, ou seja, uma TI que não é vista apenas como suporte, é essencial na busca pela redução de custos na área. Quando a TI é utilizada como uma provedora de soluções, deixa de ser apenas um centro de gastos e passa a gerar recursos. Uma TI consultiva e proativa é comprometida, em sua essência, com a redução de custos.

De olho na eficiência





Equipes de alto desempenho trazem os melhores resultados em um menor espaço de tempo. Motivar esses profissionais é muito importante, pois o retorno será certo. Focada, a equipe elimina desperdícios, busca a inovação e propõe soluções diferenciadas. Uma gestão proativa dos recursos humanos é fundamental para reduzir custos de um projeto de TI.


Softwares e hardwares: o que fazer





Em geral, as licenças de softwares são caras e representam um alto custo para as empresas. Faça uma revisão e desabilite as licenças de softwares desnecessários, que estão apenas gerando custo e desperdício de recursos. Muitas vezes, uma licença é renovada e a empresa nem se dá conta disso porque não utiliza mais aquele software.



Ao mesmo tempo é preciso investir em hardware. É verdade que isso custa dinheiro, mas tecnologia ultrapassada traz custos que poderiam ser evitados e não é produtiva. Novos hardwares economizam energia, e essa economia muitas vezes chega até 50% em comparação com máquinas ultrapassadas. Isso sem falar no ganho em produtividade.



E mais: invista na videoconferência. É uma tendência que veio para ficar, gerando uma enorme economia com viagens e deslocamentos.



Em busca de uma empresa colaborativa


Uma empresa colaborativa é aquela onde os departamentos trabalham em conjunto, colaborando entre si. Os profissionais de TI ganham muito com essa cultura colaborativa e pode se dizer que isso é essencial para se alcançar os melhores resultados.



Um projeto feito de forma colaborativa tem muito mais chances de alcançar o objetivo proposto, eliminando erros cotidianos e o retrabalho, e isso significa redução de custos. Um melhor fluxo de trabalho depende da intensa colaboração de todos.



Tenha um plano de governança de TI


Desenvolva um plano de governança de TI. Existem metodologias e conjunto de práticas que tornam essa tarefa mais assertiva, como ITIL, COBIT e a norma ISO/IEC 38500. É importante pontuar que esse plano deve estar alinhado às estratégias de governança corporativa, preservando as prioridades do negócio. 



Investindo na virtualização





Por conta da popularização do uso de sistemas em nuvem, o uso de máquinas virtuais vem sendo cada vez mais adotada no ambiente corporativo. Por meio da virtualização – o uso de discos virtuais – é possível reduzir custos de armazenamento de dados. 



Há ganhos, também, de mobilidade. Os dados podem ser direcionados para terceiros com muito mais segurança e os gastos com manutenção de servidores locais são eliminados (ou sensivelmente reduzidos).



Utilize indicadores de desempenho




Não é possível avaliar o sucesso de um projeto sem a utilização de indicadores de desempenho. As métricas de desempenho (KPIs) apontam gargalos operacionais e inconsistências, identificando e possibilitando a correção de problemas que, mais à frente, certamente trarão prejuízos.


A partir do momento que a empresa se certifica de fato do objetivo alcançado, elimina o retrabalho e suas consequências, reduzindo custos. Monitorar o desempenho da equipe e do projeto é fundamental para o seu sucesso. A correta adoção de KPIs permite que não se faça menos do que o esperado e corrige metas que são impossíveis de se alcançar.



Todo tipo de investimento precisa ser validado, e nesse caso deve-se utilizar o ROI (Returno n Investiment, em português Retorno sobre o Investimento). Por meio dele, a empresa poderá avaliar os custos do projeto, os ganhos de produtividade e a diminuição dos custos em TI, além dos ganhos alcançados.



Invista na alocação de profissionais de TI





A terceirização é uma tendência cada vez mais forte no mundo inteiro justamente por todas as vantagens que oferece, entre as quais a possibilidade de contar com especialistas que não são do core business da empresa, sem os altos custos de uma contratação pelo regime da CLT. Investir na alocação de profissionais de TI é, certamente, uma forma de reduzir custos de projetos da área.



A terceirização em TI garante o acesso à tecnologia de ponta e às melhores práticas do mercado, o que é um passo enorme para o sucesso de qualquer projeto. Quanto custaria para a empresa investir em recursos humanos, em softwares, hardwares e processos? Como garantir os melhores recursos especializados? A alocação de profissionais de TI de ponta é a solução que o mercado encontra para investir menos e alcançar os melhores resultados, reduzindo custos de projetos em TI.


Entre outros, são os seguintes os maiores benefícios da alocação de profissionais de TI:
• Assertividade: uma empresa especializada conta com profissionais que certamente estão mais bem preparados para o seu projeto de TI.
• Flexibilidade: a empresa contratada é responsável pela equipe e poderá trocar profissionais que não se adequem a cultura da contratante, sem prejuízo para o trabalho.
• Foco no core business: a empresa continua focada na sua atividade fim, deixando a TI nas mãos de quem tem expertise e autoridade no assunto.
Redução de custos: a eficiência traz consigo qualidade, agilidade, foco e, consequentemente, redução de custos.

Share -